sábado, 19 de fevereiro de 2011

Drummond que me perdoe, mas acho que salvei José

JOSÉ
Carlos Drummond de Andrade

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José ?
e agora, você ?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama protesta,
e agora, José ?
Está sem mulher,
está sem discurso,
está sem carinho,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José ?
E agora, José ?
Sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio - e agora ?
Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora ?
Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse…
Mas você não morre,
você é duro, José !
Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja a galope,
você marcha, José !
José, pra onde ?

___________________


Vê agora, José?
A festa não acabara
Nem a luz apagara
Eram os teus olhos, José
Eram os teus olhos
Mas eles se abriram
O povo estava ai
O frio era em ti
Vê agora, José?
Voltou a utopia
E tudo começou
Incoerente é a vida, José
A mulher vai embora
E leva o carinho
O ódio se instala
E o discurso acaba
Olha o bonde da vida ai
Sobe nele
Sem teogonia, José
Teus deuses morreram
Precisa ir no bonde
Sobe nele, José
Sem cavalo preto que foge a galope
A fé é a pé
Marcha, José

hugo
em  06/01/10
às 07:45


7 comentários:

Ivo Fernandes 6 de janeiro de 2010 09:48  

Mano você se supera sempre. Deus lhe conceda cada vez mais sensibilidade, inteligência.

Onde você vai parar menino?!

Abração

Hugo Lucena Theophilo 6 de janeiro de 2010 10:48  
Este comentário foi removido pelo autor.
porele 6 de janeiro de 2010 13:31  

Tu tá produzindo muito em? Heheheh!! Esta parceria com o Drummond rendeu uma das coisas mais belas já postadas aqui neste espaço...

Sou grato por ter lido este texto...

Que Deus continue te abençoando...

por Ele

Xyco 7 de janeiro de 2010 15:12  

FILHO QUERIDO

VOCÊ SALVOU O JOSÉ.DRUMOND ESTÁ RINDO FELIZ.
VAMOS JUNTAR SUAS COISAS E PUBLICAR SEU PRIMEIRO LIVRO.
SINTO QUE ESTOU PERDENDO FEIO PRA SUA VERVE LITERÁRIA E FICO FELIZ COM ISSO. UM BEIJO SEU PAI-PAI

Neno 7 de janeiro de 2010 16:14  

Cara parabéns... belíssimo texto.

Deus te abençoe

César Chagas 8 de janeiro de 2010 07:45  

Grande Hugo...

show de bola!

postei lá no meu blog também!

Parabéns!

abraços

Paulo Renato 23 de fevereiro de 2011 08:09  

Hugão salvastes José das josecitudes de morte? Verdadeiramente és um filho de Deus. Genial mano, quero ser como você, e logo kkk. Abração.

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP