segunda-feira, 30 de julho de 2018

Visitia Guiada Theophilândia: Para um mundo imposto, um mundo oposto. Domingo, 19/Ago, das 14:30 às 17:30.


Salve, galera!

No Domingo, 19/Ago. realizarei a vivência de que mais gosto, que é a visita guiada ao sítio. Nessa vivência demonstro como pudemos dar vazão a um modo de vida mais alternativo abraçando a permacultura como ferramenta emancipatória, como zerarmos a emissão dos resíduos orgânicos da cozinha e como isso virou o motor de fertilidade para várias formas de agricultura doméstica (e/ou urbana) que implementamos. Explicarei de modo permacultural o fluxo e a ciclagem dos resíduos passando por galinhas, minhocas e jardim até voltarem para a cozinha em forma de comida e, também, como tratamos e reutilizamos as águas da casa (pias, chuveiros e sanitários) não só rearmonizando a habitação com os ciclos naturais, mas, sobretudo, transformando o que era problema em solução, afinal a água tratada passou a produzir comidas, cheiros e paisagens abundantes. Nessa vivência, apresentarei também as produções gastronômicas da casa: kombuchas, pães de fermentação natural e ghee. A vivência é divida em duas partes. Uma consiste numa conversa para apresentações e exposição de conceitos e outra uma caminhada pelo sítio visitando e explicando cada um dos ambientes e elementos, como funcionam e como se relacionam entre si e com o nosso modo de vida. Costuma ser uma vivência bem rica e inspiradora, de muitas cores, cheiros, sons, sabores e contato com a natureza.

A vivência será no Domingo, 19/Ago, das 14h:30 às 17h:30. A inscrição custa R$ 20,00 por pessoa (lanche incluso). As vagas são limitadas. Para se inscrever é preciso fazer transferência/depósito do valor antecipadamente. Em caso de interesse, entrem em contato para pegar dados bancários.

No dia será servido lanche com as produções da casa (pães de fermentação natural, ghee e kombucha) e cada uma dessas coisas também estará à venda, além de muitas mudinhas de ervas, temperos e hortaliças.

O sítio Theophilândia fica na Caucaia (Garrote Village). Envio detalhes para os inscritos.

Inscrições abertas!

Divulgações, compartilhamentos e indicações são muito bem-vindos e me ajudam a seguir com esse ensaio de mundo oposto.

Formas de contato:
WhatsApp: (85) 9 9700-8231
Instagram: @hugotheophilo
Facebook: /hugotheophilo

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Oficina Fermentados: Kombucha e Levain. Domingo, 22/Jul/2018, das 14h às 17h



Galera! Saudações Agro-Eco-Probiótico-Theophílicas! rsrs

No Domingo, 22/Julho, realizarei uma oficina aqui no sítio sobre fermentados. A ideia é falarmos sobre fermentação e demonstrar como produzimos a kombucha e o levain. Para quem não sabe o que é cada um, segue um pequeno texto ao final do email

A oficina será no Domingo, 22/Julho, das 14h às 17h. A inscrição custa R$ 70,00 por pessoa (lanche incluso). Para se inscrever é preciso fazer transferência/depósito do valor antecipadamente. Em caso de interesse, entrem em contato para pegar dados bancários.

Cada participante levará pra casa dois vidrinhos. Um com uma porção de levain e outro com uma semente de kombucha.

No dia será servido lanche com as produções da casa e teremos muitas degustações de pães de fermentação natural, ghee e kombucha. Cada uma dessas coisas também estará à venda para quem tiver interesse. Além disso, teremos à venda mudinhas de hortaliças diversas, além de vasos com rega capilar já cultivados.

O sítio Theophilândia fica na Caucaia (Garrote Village). Envio detalhes para os inscritos.

As vagas são limitadas e a inscrições encerram quanto atingir o limite de inscritos, então tentem não demorar, ok?

Inscrições abertas!

Divulgações, compartilhamentos e indicações são muito bem-vindos e nos ajudam a seguir com esse ensaio de mundo oposto.

Formas de contato:
WhatsApp: (85) 9 9700-8231
Instagram: @hugotheophilo
Facebook: /hugotheophilo


Kombucha
 é uma super bebida probiótica repleta de enzimas, microorganismos, polissacarídeos, e ácidos orgânicos produzidos através de um delicado processo de fermentação natural. A Kombucha tem sabor ácido e adocicado, lembra uma bebida frisante e tônica pela sua produção natural de gás. Sim! É uma bebida naturalmente gaseificada, uma excelente maneira de se livrar de refrigerantes :)
Além de estar consumindo um super alimento vivo, ao beber Kombuchá você também estará degustando uma bebida cheia de tonalidades e de sabor especial. Ela é uma potente fonte de ácidos orgânicos, repleta de vitaminas do complexo B (B1, B2, B6 e a famosa B12) e C, 14 aminoácidos, proteína e enzimas, matéria antibiótica ativa e os polifenóis encontrados no chá verde.

Levain (ou fermento natural) é uma cultura de microorganismos usada para fermentar preparações à base de farinha de trigo e que permite a produção de pães, bolos, panquecas, focaccias ou pizzas com índice glicêmico mais baixo e teor reduzido de glúten, facilitando enormemente a digestão. Consta que 6h de fermentação usando levain são suficientes para diminuir o índice glicêmico do pão de 100 para 54 (o que já é baixo) e o teor de glúten de 14% para 7%. Além disso, a fermentação lenta libera compostos aromáticos que deixam o pão (por ex) com sabor e cheiro incomparávies.


--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

terça-feira, 29 de maio de 2018

Oficina: Técnicas para Agricultura Urbana - Sábado, 30/Jun, das 8h às 11:30





Saudações AgroEcoTheophílicas!

Com alegria anuncio a próxima oficina que é fruto das maluquices permaculturais que venho realizando nos últimos 8 anos. Essas maluquices já fizeram passar aqui pelas oficinas quase mil pessoas. O Rafael é um. Professor de física, doido por plantas, agora estudante de Agronomia, resolveu, junto com a Luciana, inaugurar o quintal deles como um lugar de encontros e convivências em torno dos assuntos que envolvem a agricultura urbana. Então, faremos juntos uma oficina lá, à sombra da goiabeira. A idéia é demonstrarmos uma coleção de técnicas e possibilidades adotadas por mim desde quando morei naquela casa pequena (que alguns de vocês conheceram)  e que me permitiram fazer agricultura sem tempo, sem espaço, sem solo, com bem pouca água, com baixíssimo custo e com resultados beeem interessantes. Ao todo serão 4 demonstrações, todas possíveis de serem aplicadas até em apartamento. Demonstraremos como fazer um berçário de mudas com rega capilar, depois um tipo de vaso também com rega capilar e, ainda, duas possibilidades de verticalização: uma usando calhas e outra usando canos, que são maneiras de plantar na parede ou de aproveitar espaços onde de outra forma não caberiam plantas.

A oficina acontecerá no Sábado, 30/Junho das 8h às 11:30 da manhã. A inscrição custa R$ 35,00 por pessoa (lanche incluso com pães de fermentação natural, kombucha, ghee e outras coisas). Para se inscrever é preciso fazer transferência prévia do valor. Em caso de interesse, entrem em contato para pedir dados bancários, realizar o pagamento e garantir a vaga. Logo abaixo celular/whatsapp.

A casa do Rafael e da Luciana fica no Bairro Damas. Enviaremos endereço com detalhes para os inscritos.

No dia haverá venda das coisas que cada um de nós produz (mudinhas, vasos diversos já cultivados, pães de fermentação natural, kombuchas, ghee, etc).

OBS.: As vagas são bem limitadas, então não deixem a inscrição para a última hora, ok?

Divulgações e compartilhamentos são muito bem-vindos e nos ajudam a seguir com esse ensaio de mundo oposto.

Formas de contato
WhatsApp: 9 9700-8231
Instagram: @hugotheophilo
Facebook: /hugotheophilo
--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

domingo, 15 de abril de 2018

Oficina Fermentados: Kombucha e Levain. Domingo, 27/Mai/2018, das 14h às 17h



Galera! Saudações Agro-Eco-Probiótico-Theophílicas! rsrs

No Domingo, 27/Mai, realizarei uma oficina aqui no sítio sobre fermentados em parceria com o amigo permacultor e padeiro Marco George. A ideia é falarmos sobre fermentação e demonstrar como produzimos a kombucha e o levain. Para quem não sabe o que é cada um, segue um pequeno texto.

Kombucha é uma super bebida probiótica repleta de enzimas, microorganismos, polissacarídeos, e ácidos orgânicos produzidos através de um delicado processo de fermentação natural. A Kombucha tem sabor ácido e adocicado, lembra uma bebida frisante e tônica pela sua produção natural de gás. Sim! É uma bebida naturalmente gaseificada, uma excelente maneira de se livrar de refrigerantes :)
Além de estar consumindo um super alimento vivo, ao beber Kombuchá você também estará degustando uma bebida cheia de tonalidades e de sabor especial. Ela é uma potente fonte de ácidos orgânicos, repleta de vitaminas do complexo B (B1, B2, B6 e a famosa B12) e C, 14 aminoácidos, proteína e enzimas, matéria antibiótica ativa e os polifenóis encontrados no chá verde.

Levain (ou fermento natural) é uma cultura de microorganismos usada para fermentar preparações à base de farinha de trigo e que permite a produção de pães, bolos, panquecas, focaccias ou pizzas com índice glicêmico mais baixo e teor reduzido de glúten, facilitando enormemente a digestão. Consta que 6h de fermentação usando levain são suficientes para diminuir o índice glicêmico do pão de 100 para 54 (o que já é baixo) e o teor de glúten de 14% para 7%. Além disso, a fermentação lenta libera compostos aromáticos que deixam o pão (por ex) com sabor e cheiro incomparávies.

A oficina será no Domingo, 27/Mai, das 14h às 17h. A inscrição custa R$ 70,00 por pessoa (lanche incluso). Para se inscrever é preciso fazer transferência/depósito do valor antecipadamente. Em caso de interesse, entrem em contato para pegar dados bancários.

Cada participante levará pra casa dois vidrinhos. Um com uma porção de levain e outro com uma semente de kombucha.

No dia será servido lanche com as produções da casa (pães de fermentação natural, ghee, pesto e kombucha) e cada uma dessas coisas também estará à venda para quem tiver interesse. Além disso, o Marco e a Eveline também disponibilizarão para venda seus fito-cosméticos maravilhosos (sabonetes, shampoos, óleos, anti-sépticos, etc).

O sítio Theophilândia fica na Caucaia (Garrote Village). Envio detalhes para os inscritos.

Inscrições abertas!

Divulgações, compartilhamentos e indicações são muito bem-vindos e nos ajudam a seguir com esse ensaio de mundo oposto.

Formas de contato:
WhatsApp: (85) 9 9700-8231
Instagram: @hugotheophilo
Facebook: /hugotheophilo
Email: hugotheophilo@gmail.com

Read more...

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Oficina Pães Fermentação Natural/Levain - Domingo, 18/Mar, das 14h às 17h




Galera, saudações theophílicas.

No Domingo, dia 18/Mar, farei uma vivência demonstrativa sobre pães de fermentação natural. A idéia é mostrar todos os passos para uma produção caseira e descomplicada de pães rústicos de fermentação natural. Quem participar verá todo o processo de produção do pão: da ativação do fermento até a retirada do pão do forno já assado. Nessa oficina apresentarei o fermento natural (levain), mostrarei como fazer a partir do zero, mas também como manter e como usar um fermento já pronto; demonstrarei como fazer os pães a partir da fórmula básica, técnicas de descanso e manipulação da massa,  os cuidados na hora de assar e conversaremos sobre a fermentação lenta, suas grandes vantagens para a saúde, os fatores que podemos manipular para ter resultados desejados.  Mas essa será uma oficina demonstrativa. Dessa vez apenas eu colocarei a mão na massa. Os participantes ficarão ao redor da mesa acompanhando, comentando, perguntanto, anotando, tirando dúvidas, interagindo. Dessa forma, consigo reduzir o valor da inscrição e a oficina fica mais viável para todos. Casa participante levará pra casa um potinho com uma porção do fermento (levain).

A oficina será no Domingo, 18/Mar, das 14h às 17h. A inscrição custa R$ 70,00 por pessoa (lanche incluso). Para se inscrever é preciso fazer transferência/depósito do valor antecipadamente. Em caso de interesse, entrem em contato para pegar dados bancários.

No dia será servido lanche com as produções da casa (pães de fermentação natural, ghee, pesto e kombucha) e cada uma dessas coisas também estará à venda para quem tiver interesse.

O sítio Theophilândia fica na Caucaia (Garrote Village). Envio detalhes para os inscritos.

Inscrições abertas!

Divulgações, compartilhamentos e indicações são muito bem-vindos e me ajudam a seguir com esse ensaio de mundo oposto.

Formas de contato:
WhatsApp: (85) 9 9700-8231
Instagram: @hugotheophilo
Facebook: /hugotheophilo

"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Oficina Fermentados: Kombucha e Levain. Domingo, 25/Fev, das 14h às 17h



Galera! Saudações Agro-Eco-Probiótico-Theophílicas! rsrs

No Domingo, 25/Fev, realizarei uma oficina aqui no sítio sobre fermentados. A ideia é falar sobre fermentação e demonstrar como produzo a kombucha e o levain. Para quem não sabe o que é cada um, segue um pequeno texto.

Kombucha é uma super bebida probiótica repleta de enzimas, microorganismos, polissacarídeos, e ácidos orgânicos produzidos através de um delicado processo de fermentação natural. A Kombucha tem sabor ácido e adocicado, lembra uma bebida frisante e tônica pela sua produção natural de gás. Sim! É uma bebida naturalmente gaseificada, uma excelente maneira de se livrar de refrigerantes :)
Além de estar consumindo um super alimento vivo, ao beber Kombuchá você também estará degustando uma bebida cheia de tonalidades e de sabor especial. Ela é uma potente fonte de ácidos orgânicos, repleta de vitaminas do complexo B (B1, B2, B6 e a famosa B12) e C, 14 aminoácidos, proteína e enzimas, matéria antibiótica ativa e os polifenóis encontrados no chá verde.

Levain (ou fermento natural) é uma cultura de microorganismos usada para fermentar preparações à base de farinha de trigo e que permite a produção de pães, bolos, panquecas, focaccias ou pizzas com índice glicêmico mais baixo e teor reduzido de glúten, facilitando enormemente a digestão. Consta que 6h de fermentação usando levain são suficientes para diminuir o índice glicêmico do pão de 100 para 54 (o que já é baixo) e o teor de glúten de 14% para 7%. Além disso, a fermentação lenta libera compostos aromáticos que deixam o pão (por ex) com sabor e cheiro incomparávies.

A oficina será no Domingo, 25/Fev, das 14h às 17h. A inscrição custa R$ 70,00 por pessoa (lanche incluso). Para se inscrever é preciso fazer transferência/depósito do valor antecipadamente. Em caso de interesse, entrem em contato para pegar dados bancários.

No dia será servido lanche com as produções da casa (pães de fermentação natural, ghee, pesto e kombucha) e cada uma dessas coisas também estará à venda para quem tiver interesse.

O sítio Theophilândia fica na Caucaia (Garrote Village). Envio detalhes para os inscritos.

Cada participante levará pra casa dois vidrinhos. Um com uma porção de levain e outro com uma semente de kombucha.

Inscrições abertas!

Divulgações, compartilhamentos e indicações são muito bem-vindos e me ajudam a seguir com esse ensaio de mundo oposto.

Formas de contato:
WhatsApp: (85) 9 9700-8231
Instagram: @hugotheophilo
Facebook: /hugotheophilo

-- 
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Pitomba metafórica!

- Ô pai, por que a pitomba menor é a mais doce?
- Ahhh, tu descobriu isso, cara?
- Foi. Por que é?
- É porque ela não perdeu tempo tentando ficar grande. Quem perde tempo tentando ficar grande não consegue ficar doce. Ela preferiu ficar doce.

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Oração pela comida livre


Deus, nosso Pai e nossa Mãe, abençoa essa comida livre, o modo de vida que a produziu, os amigos envolvidos: o solo, os bichos, as plantas; o contexto, a disposição, o suor, o aprendizado, a alegria, a paz. Que essa comida produza saúde e que a saúde produza mais comida.
Amém.
Almoço emancipado: Abobrinhas, maxixe, tomate, ovos cozidos e coco. Tudo grelhado e temperado com manjericão desidratado. A rúcula não saiu na foto. Tudo daqui, ao alcance da mão, sem químicos, sem vender a vida em troca de dinheiro, sem trocar a vida pelo fim da vida.
Tem coisas que o mundo imposto não faz por você. Para um mundo imposto, um mundo oposto.

Read more...

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Falência múltipla

O cérebro parou de concordar.
O coração parou de se entusiasmar
A boca se recusou a engolir
O esôfago virou canal de saída
Estômago e intestinos pararam de digerir
Os rins cansaram de limpar em vão
As pernas deixaram de ir
As mãos não conseguiram mais segurar
Os ouvidos fecharam
O olfato fadigou
O corpo parou de responder...àquilo!
--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Freezer metafórico

Quando eu era menino, uns 10 anos, os adultos me mandaram comprar um refrigerante no bar da esquina. Era o bar do Jessé. Fui correndo, descalço. Entrei e, antes que eu dissesse alguma coisa, o freezer da direita me sugou e fiquei pregado pela perna. Achei que fosse morrer eletrocutado. Um choque interminável. Tentava fazer força para sair, mas não conseguia. Quase exaurido, me joguei pro outro lado do bar com a força que restava e o freezer da esquerda me sugou. Mais agonia. De novo exaurido me joguei pro outro lado, mas não tanto para não ser sugado de novo pelo outro. Escapei e voltei correndo pra casa com o refrigerante. Passei muitos anos com medo de freezer, mas cresci e o medo virou prudência. Fiquei vacinado. Hoje só encosto num freezer quando tenho fortes evidências de que ele não vai me sugar.

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

2 anos de desemprego criador

A vida não impõe situações esmagadoras. A vida impõe é a necessidade de escapar delas. Não só resistir aos golpes, mas fazer como no judô: usar a força do golpe que vem como impulso para criar o movimento que vai se livrar dele. Resistir criando. É como usar a prisão para sair da prisão. Cada situação esmagadora demanda uma coleção de habilidades necessárias para efetuar essa resistência criadora. Ultrapassar cada uma delas atesta um certo grau de maestria. Brinco dizendo que quando resolvi algumas carências e desenvolvi habilidades para escapar de sacerdotes e gurus, alcancei o primeiro grau de maestria, o primeiro dan! Quando consegui me livrar do emprego, de todos os problemas que ele me trazia e passei a viver como dono de casa, aprendiz de permacultor e um pai que faz pão, alcancei o segundo dan. Quebrando cartões de crédito e me livrando do sistema de crédito financeiro, alcancei o terceiro dan. E hoje, em processo para alcançar o quarto dan, vou vendo que viver, a exemplo da situação em que é preciso levar injeção na bunda, é escolher pelo dano menor. E entre as tais habilidades adquiridas tão necessárias, sempre estão duas sem as quais não se escapa de nada: a habilidade de perder e a habilidade de adiquirir habilidades.

hugo theophilo
Especialista Master há 2 anos em CreativeUnemployment certificado pelo Instituto Calabouço e pelo Centro de Experiências Emancipatórias Theophilândia.

hahahaha...aí é um currculozão!


--
Instagram: @hugotheophilo
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Adeus ano de recusas velhas. Feliz ano de recusas novas.

Recusei a espiritualidade guiada
Recusei ter a vida empregada em empreendimentos alheios
Recusei vender parte da vida em troca de dinheiro
Recusei trocar a vida pelo fim da vida
Recusei o convite para aparecer na propaganda do Governo.
Recusei o crédito do sistema financeiro
Recusei revender coca-cola para aumentar a venda de pizza
Recusei usar rótulo para aumentar a venda de kombucha
Recusei aderir à embalagem plástica para aumentar a venda de pães
Recusei o convite para crescer
Recusei abastecer prateleiras comerciais
Recusei ter clientes
Recusei virar patrão
Recusei ganhar o mundo e perder a alma
Recusei o idealismo que deseja salvar o mundo
Recusei ser modelo de negócio sustentável
Recusei matérias de jornal
Recusei dar conselhos
Recusei corresponder às expectativas
Recusei alimentar carências
Recusei a diminuição imposta da potência de agir
Recusei fazer um mau uso das coisas que acontecem
Recusei o orgulho que, por não saber receber, impede a manifestação da generosidade e do amor
Recusei a falta de sentido
Adeus ano de recusas velhas
Feliz ano de recusas novas

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

domingo, 17 de dezembro de 2017

Incapaz citado!

Grosso modo, o consumo é uma incapacidade. Alguém incapaz de produzir o que precisa para viver, precisa consumir. Um alto padrão de consumo, longe de revelar uma condição de riqueza e poder, revela é probreza, extrema fraqueza e vulnerabilidade. O consumidor é um incapaz.

Desprovido da capacidade de afetar, resta consumir afeto e exigir ser afetado. Incapaz de produzir uma espiritualidade sadia, resta consumir gurus e produtos de prateleiras mistico-religiosas. Incapaz de produzir comunidade, convivialidade, horizontalidade, resta consumir hierarquia e Governo. Incapaz de produzir paz, resta consumir segurança. Incapaz de produzir alegria, resta consumir felicidade. Incapaz de produzir aprendizado, resta consumir educação. Incapaz de produzir cooperação, resta consumir competição. Incapaz de produzir liberdade, resta consumir permissão. Incapaz de produzir bem-viver, resta consumir privilégios. Incapaz de produzir abundância, resta consumir escassez. Incapaz de produzir uma cultura da permanência, resta consumir sustentabilidade. Incapaz de produzir um mundo oposto, resta consumir o mundo imposto.


--
hugo lucena theophilo
CEO no Centro de Experiências Emancipatórias Theophilândia
Fotógrafo de Desimportâncias
Ministro das Insignificâncias
Aprendiz de Jardineiro
Um pai que faz pão

Read more...

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Sobre ganhar o mundo e perder a alma


Quando desejei sair do emprego foi pra não perder a alma. Hoje, com muita frequência recebo sugestões para crescer, aumentar a produção e distribuição das coisas que faço. Rejeito sistematicamente todas. As coisas que faço e eventualmente vendo, não faço pensando em atender um nicho de mercado. Não desenvolvo nada aqui que não sejam tentativas de atender as minhas próprias demandas e meus anseios por mais qualidade de vida. Quando, eventualmente, vendo alguma dessas coisas, é só porque alguém também as desejou e pediu. Atender demandas de mercado, fazer o pão que a maioria quer e pede, me levaria a aumentar produção, a precisar de mais carro, mais trânsito, mais combustível, mais tempo fora de casa, de embalagem plástica, de rótulo, de conservantes, anti-umectantes, anti-mofo, etc...e tudo isso porque o pão deixaria de ser pão e viraria mercadoria, produto de prateleira. Então, me deixa aqui com o meu pãozinho feito em pequena escala, entregue na porta da casa dos amigos e em sacola de papel kraft feita aqui mesmo e desenhada pelo caio...porque de outro modo eu perderia a alma.

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Da série: Esse aí nunca mais me pergunta nada!




- Hugo, se tu ensina a fazer pão, kombucha e tudo o que tu faz, as pessoas não vão parar de comprar de ti?
- Tá com tempo pra ouvir? Senta aí. Eu só comecei a fazer cada uma das coisas que faço, por ter percebido que elas poderiam me conferir um certo nível de emancipação, autonomia e liberdade. Seja o vaso que só rega uma vez por semana, onde cabem muitas plantas e me permitem fazer agricultura sem tempo e sem espaço, seja a criação de duas galinhas que me permitem zerar o lixo orgânico da cozinha, ter muito nutriente para as plantas e ovos, seja a compostagem/michocário em baldes, seja o pão de fermentação lenta que me livrou do pão de alto índice glicêmico cheio de bromato, margarina e ainda me levou de volta para a cozinha, seja a tentativa de ter peixes e plantas com aquaponia, seja qualquer coisa. Cada uma delas, mais do que são em si, são ferramentas emancipatórias. Conferem a mim um certo nível de liberdade que eu não tinha. E todas juntas, mais as que vou descobrindo, possibilitaram (e seguem possibilitando) a transição para uma vida em casa e da casa. Peraí, mah...levanta não que eu tô respondendo! Ora p....! Quer resposta de uma sílaba? Então...essas coisas me conferem liberdade e liberdade não é algo individual onde a minha ameaça a tua...isso é uma bobagem que ensinam pra gente. Aí, agora eu vou ler pra ti o Bakunin falando sobre liberdade. Espera ai que em meia hora eu termino a resposta para a tua pergunta!
"Só sou verdadeiramente livre quando todos os seres humanos que me cercam, homens e mulheres, são igualmente livres. A liberdade do outro, longe de ser um limite ou a negação da minha liberdade, é, ao contrário, sua condição necessária e sua confirmação. Apenas a liberdade dos outros me torna verdadeiramente livre, de forma que, quanto mais numerosos forem os homens livres que me cercam, e mais extensa e ampla for a sua liberdade, maior e mais profunda se tornará a minha liberdade."
Então, se eu lido com uma habilidade que me confere algum nível de liberdade, não faz sentido achar que quanto mais ela for SÓ minha, mais livre eu serei, pois é justamente o contrário: quanto mais as pessoas tiverem, fizerem uso dela e mais produzirem liberdade para si, mais eu serei livre. O paradigma aqui é o da abundância e não o da escassez. Por um lado, já é ruim o bastante que eu restrinja o acesso a essas coisas cobrando 30,00 numa oficina de jardinagem ou 100,00 numa oficina de pães de fermentação natural. Por outro lado isso já é uma afronta ao paradigma da escassez que cobra mais de 400,00 para te ensinar a fazer pão ou mais de 100,00 para te ensinar que tomate não nasce em prateleira de supermercado!

Certo?
--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Oficina sobre fermentados: Kombuchá e Levain - 18/Maio, das 14h às 17h.




Galera, saudações theophílicas.

É com muita alegria e entusiasmo que anuncio essa oficina em parceria com a amiga mais do que inspiradora Fernanda Freire. A oficina acontecerá aqui no sítio (caucaia) na quinta-feira, 18 de Maio, das 14h às 17h, e será uma vivência bem prática sobre alguns fermentados que cultivamos em casa e têm a extraórdinária capacidade melhorar a nossa alimentação e a nossa saúde.

A Fernanda falará sobre o cultivo e uso da Kombuchá e eu falarei sobre o cultivo e uso do Levain. Explicando o que esses "serumaninhos":

Kombuchá é uma super bebida probiótica repleta de enzimas, microorganismos, polissacarídeos, e ácidos orgânicos produzidos através de um delicado processo de fermentação natural. A Kombuchá tem sabor ácido e adocicado, lembra uma bebida frisante e tônica pela sua produção natural de gás. Sim! É uma bebida naturalmente gaseificada, uma excelente maneira de se livrar de refrigerantes :)
Além de estar consumindo um super alimento vivo, ao beber Kombuchá você também estará degustando uma bebida cheia de tonalidades e de sabor especial. Ela é uma potente fonte de ácidos orgânicos, repleta de vitaminas do complexo B (B1, B2, B6 e a famosa B12) e C, 14 aminoácidos, proteína e enzimas, matéria antibiótica ativa e os polifenóis encontrados no chá verde.

Levain (ou fermento natural) é uma cultura de microorganismos usada para fermentar preparações à base de farinha de trigo e que permite a produção de pães, bolos, panquecas, focaccias ou pizzas com índice glicêmico mais baixo e teor reduzido de glúten, facilitando enormemente a digestão. Consta que 6h de fermentação usando levain são suficientes para diminuir o índice glicêmico do pão de 100 para 54 (o que já é baixo) e o teor de glúten de 14% para 7%. Além disso, a fermentação lenta libera compostos aromáticos que deixam o pão (por ex) com sabor e cheiro incomparávies.

Cada participante poderá levar pra casa uma porção de levain. E ao final da oficina serviremos um lanche farto com pães de fermentação lenta feitos por mim, acompanhados das preparações de kombuchá feitas pela Fernanda. Não queiram saber o que será isso...aliás, queiram! rsrs

Onde: Theophilândia (Nosso sítio na Caucaia). Um dia antes envio e-mail apenas para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Quinta-feira, dia 18/Maio, das 14h às 17h.
Quanto: R$ 100,00 (cem reais) por pessoa. 
As vagas são limitadas. Entrem em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a inscrição.

Algumas coisas à venda no dia:

Granola feita em casa: Preço a definir
Pães de fermentação natural (levain): Entre R$ 10,00 e 15,00
Manteiga clarificada (ghee): R$ 25,00 (pote com 200ml)
Vasos adaptados com rega por capilaridade e já cultivados: Entre 5,00 e 40,00.
Mudas de ervas e hortaliças: R$ 5,00 
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 60,00

Read more...

quinta-feira, 30 de março de 2017

Oficina: Canteiro de capilaridade / Agricultura doméstica - 08/Abril (Sábado) das 09h às 11h





​​
"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."

Vasos e canteiros com rega por capilaridade driblam muitos dos problemas do modo de vida urbano que impedem a agricultura (falta de tempo, falta de espaço e falta de solo). Com essa técnica é possível fazer agricultura doméstica com pouquíssimos tempo, espaço, solo, água e SEM QUÍMICOS OU VENENOS! Nessa oficina vamos explicar como funciona a rega por capilaridade, suas características e muitas vantagens. No vídeo abaixo já explico algumas delas. Caso não consiga ver, clique aqui para assistir. Durante a oficina todos verão vasos e canteiros já montados e cultivados. Além disso, iremos adaptar/montar recipientes e vasos de todos os tamanhos e plantaremos neles algumas ervas e hortaliças. Será uma oficina prática. Quem quiser pegar em terra vai ter a chance. As vagas são limitadas. Entrem em contato para fazer as inscrições.


Onde: Theophilândia (Nosso sítio na Caucaia). Um dia antes envio e-mail apenas para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 08/Abril, das 09h às 11h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. 
As vagas são limitadas. Entrem em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a inscrição.

Coisas à venda no dia

Vasos adaptados com rega por capilaridade e já cultivados: Entre 5,00 e 40,00.
Sementes: Preço a definir
Pães com fermentação natural (levain): Entre R$ 10,00 e 15,00
Manteiga clarificada (ghee): A partir de R$ 25,00

--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231 (TIM) ou 9 8892-1078 (WhatsApp)


Colheita de couve na minha mão e lá atrás vaso de cimento adaptado e cultivado com menta, couve, capim santo, pimenta biquinho e cebolinha.
Canteiros de capilaridade com policultivo (couve, pimenta, açafrão, cará-chinês, orégano)
​Pimenta biquinho em balde adaptado. Rega uma vez por semana.
​Manjericão em balde adaptado. Rega uma vez por semana.

Parte do lanche: Pães com fermentação natural

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP