quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Oficina dia 20 de Fevereiro - Do lixo da cozinha à horta de pé de parede




"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."

De todas as oficinas da série "Do meu lixo cuido eu", que faço aqui em casa, a que mais gosto é essa introdutória. Ela tem muitos nomes: "Transformando lixo em comida", ou "Do lixo da cozinha à horta de pé de parede", ou "Transformando a prisão em jardim", ou "Ensinando o filho a comer plantas", ou "Para um mundo imposto, um mundo oposto". 

Nessa oficina apresento a minha casa, todas as ações feitas e elementos implementados: manejo do lixo da cozinha, galinheiro, compostagem, minhocário, berçário de mudas, jardim, aquaponia, criação de abelhas nativas, as idéias de horta vertical, captação de água da chuva, comidas feitas com alguns ingredientes daqui e/ou vindos de fora da cadeia do supermercado e, ainda, as conexões que esses elementos estabelecem entre si, deixando a casa (e a vida) um pouco mais sadia, biodiversa, bonita, cheirosa e gostosa. Por ser a oficina mais ampla e abrangente, é a mais inspiradora. Entre tantas coisas, as pessoas provam mel que nasce em casa, sentem cheiro de uma colmeia de abelhas sem ferrão, cheiram hortelã-japonês, conhecem a super máquina que transforma lixo em comida e adubo, aprendem porque o galinheiro não fede, e ainda presenciam um número da fantástica criança que come plantas (rsrs). É impossível passar por essa experiência de tantos cheiros, sabores e saberes sem levar mil ideias para aplicar em casa ou nos mais diversos lugares. Ao final do encontro será servido o famoso lanche que tem rendido muitas fotos e pedidos de receitas (hahaha). Nesse lanche são servidos pães de fermentação natural feitos em casa (tema de outra oficina), bolo (sem trigo) de macaxeira adquirida no sub-mercado (conversa para outra oficina) e o famoso suco de garden-all feito com alguns ingredientes do jardim.

Onde: Minha casa no Mondubim. Um dia antes envio e-mail (somente) para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 20/Fev/2016. Das 16h às 19h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. Vagas limitadas. Entrar em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a vaga.

Coisas à venda no dia

Sementes: R$ 4,00 o pacote.
Mudas de plantas: R$ 3,00 (cada).
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 50,00
Pães com fermentação natural: Entre R$ 10,00 e R$ 20,00
Manteiga clarificada com ervas (225ml): R$ 30,00
Bolo de macaxeira sem trigo: Entre R$ 5,00 e R$ 30,00

No final desse texto, algumas fotos que falam melhor do que eu. Mas clicando nos links abaixo vocês poderão ver centenas delas.


--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich 


O famoso suco de Garden-All

Suco de romã

Parte do lanche: Pães com fermentação natural
Kits de compostagem já com minhocas




Read more...

sábado, 16 de janeiro de 2016

Temporada 2016 das Oficinas "Do meu lixo cuido eu": Jardinagem/Agricultura doméstica - 30/jan (Sábado) das 16h às 19h




"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."

A oficina sobre jardinagem faz parte da série de oficinas "Do meu lixo cuido eu". Nela abordo a jardinagem/agricultura urbana/agricultura doméstica, como uma das muitas ações derivadas de um manejo mais adequado do lixo doméstico. Durante essa oficina apresento, inicialmente, a compostagem e algumas de suas grandes funções: estimular uma revisão dos hábitos de consumo e alimentação; diminuir a produção e emissão de lixo e produzir o próprio adubo a ser usado no cultivo das hortaliças. Apresento um kit feito com baldes reaproveitados e que torna possível fazer a compostagem em pequenos espaços, até mesmo em apartamentos.

Seguindo, mostro a dinâmica de um jardim (por menor que seja) e as etapas envolvidas na construção de um. Mostro alguns substratos comerciais, suas características, vantagens e desvantagens; como adquirir sementes e como germiná-las; falo de fatores como incidência de luz e disponibilidade de água; como montar vasos (explorando a reutilização de diversos recipientes); como fazer transplante de mudas, adubação; apresento acessórios, dificuldades com a falta de espaço, possibilidades de solução e, ainda, um método de rega tanto para germinação de sementes quanto para vasos definitivos que funciona por capilaridade, cujas principais vantagens são a redução do uso de água (rega apenas uma vez por semana) e, consequentemente, a redução do tempo gasto com os cuidados e ainda apresento o meu sistema de aquaponia (um método de cultivo que integra peixes e plantas) e suas enormes vantagens.

Comento ainda sobre erros mais comuns e também sobre pragas mais comuns, o que elas são, como entendê-las, o que fazer, o que não fazer para combatê-las e como deixar um jardim mais forte e resistente. Tudo isso pensando no cultivo em pequenos espaços, mostrando que é possível, sim, cultivar algumas plantas no contexto das nossas casas, mesmo com todas as limitações. Durante toda a atividade provaremos as plantas disponíveis no jardim como hortelã-vicky (menta), manjericão, folhas de cajarana, cebolinha, orégano e outras. Ao final do encontro será servido o famoso lanche que tem rendido muitas fotos e pedidos de receitas (hahaha). Nesse lanche sirvo pães de fermentação natural feitos em casa (tema de outra oficina), bolo (sem trigo) de macaxeira adquirida no sub-mercado e feito com ovos do quintal (conversa para outra oficina), o famoso suco de garden-all feito com alguns ingredientes do jardim, a manteiga clarificada (ghee) também com ervas do jardim, além de outras coisas.

Onde: Minha casa no Mondubim. Um dia antes envio e-mail para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 30/Jan/2016. Das 16h às 19h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. 
As vagas são limitadas. Então entrem em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a inscrição.

Coisas à venda no dia

Sementes: R$ 4,00 o pacote.
Mudas de plantas: Entre R$ 3,00 e 5,00 (cada).
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 50,00
Pães com fermentação natural (levain): Entre R$ 8,00 e 15,00 (cada)
Bolo de macaxeira sem trigo (inteiros e porções): Entre R$ 5,00 e R$ 30,00
Manteiga clarificada (ghee) com ervas do jardim: (Garrafinha com 225 ml): R$ 30,00

Coloquei poucas fotos aqui para o texto não ficar maior do que já está, mas clicando nos links abaixo vocês poderão ver centenas delas.


--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231 (TIM) ou 9 8892-1078 (OI)


O famoso suco de Garden-All
Suco de romã

Parte do lanche: Pães com fermentação natural
Kits de compostagem com minhocas (R$ 50,00 cada kit)

Read more...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Sobre ilusões messiânicas e micro-salvamentos

"Uma vez perguntaram se eu não achava que as minhas iniciativas operam numa escala micro (demais) diante de um mundo que pede iniciativas em escalas tão maiores (macro). As demandas macro continuam me deprimindo. Diante delas só constato a minha incapacidade. Não consigo impedir o aumento da temperatura global; não consigo anular a divisão de classes no país; não consigo impedir a administração irresponsável do Estado com a água; não consigo impedir chacinas na minha cidade; não consigo diminuir o lixo na minha rua. Eu só consigo consumir menos; comer na mesma mesa e a mesma comida que a diarista; usar menos água; conter a minha violência; diminuir a minha emissão de lixo. Eu mal consigo fazer o que é possível". 

"Diante dessas perguntas que NOS fazem somente duas constatações: Não somos o Deus que as pessoas gostariam que fôssemos, Nem nos portamos como os deuses que aqueles que tentam dar conta do macro pensam que são. Esta é uma questão de papeis: Na ordem criada, Deus se propôs a dar conta do macro e nos deu a oportunidade de cuidarmos e darmos conta do micro: nossa vida, nosso jardim e uns dos outros. O Pecado foi inverter essa ordem, que se manifesta no desejo fantasioso que temos de que Deus dê conta de nosso micromundo (nossas relações, nosso trabalho e nossos jardins) para o que temos total liberdade e capacidade de cuidar, e insistimos que Ele fique fora enquanto cuidamos do macrocosmos, do espaço, das nações que criamos, dos segredos ocultos da ciência e das grandes demandas do planeta"


--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Oficina dia 05 de Dezembro - Do lixo da cozinha à horta de pé de parede




"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."

De todas as oficinas da série "Do meu lixo cuido eu", que faço aqui em casa, a que mais gosto é essa introdutória. Ela tem muitos nomes: "Transformando lixo em comida", ou "Do lixo da cozinha à horta de pé de parede", ou "Transformando a prisão em jardim", ou "Ensinando o filho a comer plantas", ou "Para um mundo imposto, um mundo oposto". 

Nessa oficina apresento a minha casa, todas as ações feitas e elementos implementados: manejo do lixo da cozinha, galinheiro, compostagem, minhocário, berçário de mudas, jardim, aquaponia, criação de abelhas nativas, as idéias de horta vertical, captação de água da chuva, comidas feitas com alguns ingredientes daqui e/ou vindos de fora da cadeia do supermercado e, ainda, as conexões que esses elementos estabelecem entre si, deixando a casa (e a vida) um pouco mais sadia, biodiversa, bonita, cheirosa e gostosa. Por ser a oficina mais ampla e abrangente, é a mais inspiradora. Entre tantas coisas, as pessoas provam mel que nasce em casa, sentem cheiro de uma colmeia de abelhas sem ferrão, cheiram hortelã-japonês, conhecem a super máquina que transforma lixo em comida e adubo, aprendem porque o galinheiro não fede, e ainda presenciam um número da fantástica criança que come plantas (rsrs). É impossível passar por essa experiência de tantos cheiros, sabores e saberes sem levar mil ideias para aplicar em casa ou nos mais diversos lugares. Ao final do encontro será servido o famoso lanche que tem rendido muitas fotos e pedidos de receitas (hahaha). Nesse lanche são servidos pães de fermentação natural feitos em casa (tema de outra oficina), bolo (sem trigo) de macaxeira adquirida no sub-mercado (conversa para outra oficina) e o famoso suco de garden-all feito com alguns ingredientes do jardim.

Onde: Minha casa no Mondubim. Um dia antes envio e-mail (somente) para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 05/Dez/2015. Das 16h às 19h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. Vagas limitadas. Entrar em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a vaga.

Coisas à venda no dia

Sementes: R$ 4,00 o pacote.
Mudas de plantas: R$ 3,00 (cada).
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 50,00
Pães com fermentação natural: Entre R$ 8,00 e R$ 10,00
Manteiga clarificada com ervas (225ml): R$ 30,00
Bolo de macaxeira sem trigo: Entre R$ 5,00 e R$ 30,00

No final desse texto, algumas fotos que falam melhor do que eu. Mas clicando nos links abaixo vocês poderão ver centenas delas.


--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich 


O famoso suco de Garden-All
Suco de romã

Parte do lanche: Pães com fermentação natural
Manteiga clarificada (Ghee) com ervas do jardim
Kits de compostagem com minhocas (R$ 50,00 cada kit)




Read more...

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Oficina: Jardinagem/Agricultura doméstica - 07/11/2015 (Sábado) das 16h às 18h




Suco de Garden-All (Limão, capim-santo e hortelãs)

Pães de fermentação lenta feitos com fermento natural (levain)
Kits de compostagem com minhocas (R$ 50,00 cada kit)



"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."


A oficina sobre jardinagem faz parte da série de oficinas "Do meu lixo cuido eu". Nela abordo a jardinagem/agricultura urbana/agricultura doméstica, como uma das muitas ações derivadas de um manejo mais adequado do lixo doméstico. Durante essa oficina apresento, inicialmente, a compostagem e algumas de suas grandes funções: estimular uma revisão dos hábitos de consumo e alimentação; diminuir a produção e emissão de lixo e produzir o próprio adubo a ser usado no cultivo das hortaliças. Apresento um kit feito com baldes reaproveitados da construção civil e que torna possível fazer a compostagem em pequenos espaços, até mesmo em apartamentos.

Seguindo, mostro a dinâmica de um jardim (por menor que seja) e as etapas envolvidas na construção de um. Mostro alguns substratos comerciais, suas características, vantagens e desvantagens; como adquirir sementes e como germiná-las; falo de fatores como incidência de luz e disponibilidade de água; como montar vasos (explorando a reutilização de diversos recipientes); como fazer transplante de mudas, adubação; apresento acessórios, dificuldades com a falta de espaço, possibilidades de solução e, ainda, um método de rega tanto para germinação de sementes quanto para vasos definitivos que funciona por capilaridade, cujas principais vantagens são a redução do uso de água (rega apenas uma vez por semana) e, consequentemente, a redução do tempo gasto com os cuidados.

Comento ainda sobre erros mais comuns e também sobre pragas mais comuns, o que elas são, como entendê-las, o que fazer, o que não fazer para combatê-las e como deixar um jardim mais forte e resistente. Tudo isso pensando no cultivo em pequenos espaços, mostrando que é possível, sim, cultivar algumas plantas no contexto das nossas casas, mesmo com todas as limitações. Durante toda a atividade provaremos as plantas disponíveis no jardim como hortelã-vicky (ou menta), manjericão-limão, rúcula, vinagreira, cebolinha e outras. Ao final do encontro será servido o famoso lanche que tem rendido muitas fotos e pedidos de receitas (hahaha). Nesse lanche são servidos pães de fermentação natural feitos em casa (tema de outra oficina), bolo (sem trigo) de macaxeira adquirida no sub-mercado (conversa para outra oficina) e o famoso suco de garden-all feito com alguns ingredientes do jardim.

Onde: Minha casa no Mondubim. Um dia antes envio e-mail para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 07/Nov/2015. Das 16h às 18h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. Entrar em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a vaga.

Coisas à venda no dia

Sementes: R$ 4,00 o pacote.
Mudas de plantas: Entre R$ 3,00 e 5,00 (cada).
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 50,00
Pães com fermentação natural (levain): Entre R$ 8,00 e 10,00 (cada)
Bolo de macaxeira sem trigo (inteiros e porções): Entre R$ 5,00 e R$ 30,00

Coloquei poucas fotos aqui para o texto não ficar maior do que já está, mas clicando nos links abaixo vocês poderão ver centenas delas.


--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231 (TIM) ou 9 8892-1078 (OI)
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich


Read more...

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP