sábado, 22 de agosto de 2015

Oficina: Jardinagem/Agricultura doméstica - 05/09/2015 (Sábado) das 16h às 18h


Suco de Garden-All (Limão, capim-santo e hortelãs)
Kits de compostagem com minhocas (R$ 50,00 cada kit)
Pães de fermentação lenta feitos com fermento natural (levain)



"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."

A oficina sobre jardinagem faz parte da série de oficinas "Do meu lixo cuido eu". Nela abordo a jardinagem/agricultura urbana/agricultura doméstica, como uma das muitas ações derivadas de um manejo mais adequado do lixo doméstico. Durante essa oficina apresento, inicialmente, a compostagem e algumas de suas grandes funções: estimular uma revisão dos hábitos de consumo e alimentação; diminuir a produção e emissão de lixo e produzir o próprio adubo a ser usado no cultivo das hortaliças. Apresento um kit feito com baldes reaproveitados da construção civil e que torna possível fazer a compostagem em pequenos espaços, até mesmo em apartamentos.

Seguindo, mostro a dinâmica de um jardim (por menor que seja) e as etapas envolvidas na construção de um. Mostro alguns substratos comerciais, suas características, vantagens e desvantagens; como adquirir sementes e como germiná-las; falo de fatores como incidência de luz e disponibilidade de água; como montar vasos (explorando a reutilização de diversos recipientes); como fazer transplante de mudas, adubação; apresento acessórios, dificuldades com a falta de espaço, possibilidades de solução e, ainda, um método de rega tanto para germinação de sementes quanto para vasos definitivos que funciona por capilaridade, cujas principais vantagens são a redução do uso de água (rega apenas uma vez por semana) e, consequentemente, a redução do tempo gasto com os cuidados.

Comento ainda sobre erros mais comuns e também sobre pragas mais comuns, o que elas são, como entendê-las, o que fazer, o que não fazer para combatê-las e como deixar um jardim mais forte e resistente. Tudo isso pensando no cultivo em pequenos espaços, mostrando que é possível, sim, cultivar algumas plantas no contexto das nossas casas, mesmo com todas as limitações. Durante toda a atividade provaremos as plantas disponíveis no jardim como hortelã-vicky (ou menta), manjericão-limão, rúcula, vinagreira, cebolinha e outras. Ao final do encontro será servido o famoso lanche que tem rendido muitas fotos e pedidos de receitas (hahaha). Nesse lanche são servidos pães de fermentação natural feitos em casa (tema de outra oficina), bolo (sem trigo) de macaxeira adquirida no sub-mercado (conversa para outra oficina) e o famoso suco de garden-all feito com alguns ingredientes do jardim.

Onde: Minha casa no Mondubim. Um dia antes envio e-mail para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 05/09/2015. Das 16h às 18h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. Entrar em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a vaga.

Coisas à venda no dia

Sementes: R$ 4,00 o pacote.
Mudas de plantas: Entre R$ 3,00 e 5,00 (cada).
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 50,00
Pães com fermentação natural: R$ 10,00 (cada)
Bolo de macaxeira sem trigo (inteiros e porções): Entre R$ 5,00 e R$ 30,00

Coloquei poucas fotos aqui para o texto não ficar maior do que já está, mas clicando nos links abaixo vocês poderão ver centenas delas.


--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich 

Read more...

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Manhã com um permacultor

- Caiooooo
- Perai, pai...eu tô vendo um espaço pra criar pato!
- Cara, eu também quero criar pato, mas aqui não tem espaço.
- Pai eu tenho uma bacia que eu não gosto mais. É essa aqui. Pode criar o pato nela.
- Mas não dá, filho. Pato em bacia fica triste.
- Mas pai, no seu Hernandes os patos ficam na bacia.
- Mas lá tem espaço, cara. Os patos ficam correndo.
- Então tu quer comprar a casa do seu Hernandes?


hahaha...o pior é que eu quero e ele tá vendendo...só não tenho é dinheiro!


--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

terça-feira, 4 de agosto de 2015

(Anti) Metas do Zé

Todo ano, o Zé abraça metas que não são suas. Há 3 anos, num exercício de resistência pra tentar manter um fio de lucidez, para tentar se manter respirando diante do cenário insuportável de servidão voluntária, Zé escreveu o que escreveria caso fosse permitido. É claro que não foi, mas ele não se importou, pois havia escrito para si mesmo. Abaixo, palavras e metas do Zé:
- Ser promovido de recurso humano a ser humano
- Mudar a minha relação com a tecnologia, de modo que ela sirva mais a mim do que eu a ela
- Conviver para estar alinhado com as demandas da comunidade da vida
- Aprofundar as competências de olhar, cuidar, pensar, preencher e estimar o estar em casa, viver a família e fazer as coisas com as mãos.
- Executar um plano de aprendizado em diferentes áreas do conhecimento para ter uma melhor compreensão de como funcionam os negócios que me levam a negar o ócio.



Próximo texto:  Des-Motivacional

--
hugo lucena theophilo

Read more...

terça-feira, 21 de julho de 2015

Desquerênça

De tão avesso, oro por desemprego, para ter portas fechadas, para precisar de menos, para ir mais devagar. De tão avesso, tenho por herói o porquinho da casa de palha. Às vezes olho para tudo o que querem e, de tão avesso, penso que des-quero.

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Oficina dia 18 de Julho - Do lixo da cozinha à horta de pé de parede


"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."

De todas as oficinas da série "Do meu lixo cuido eu", que faço aqui em casa, a que mais gosto é essa introdutória. Ela tem muitos nomes: "Transformando lixo em comida", ou "Do lixo da cozinha à horta de pé de parede", ou "Transformando a prisão em jardim", ou "Ensinando o filho a comer plantas", ou "Para um mundo imposto, um mundo oposto". 

Nessa oficina apresento a minha casa, todas as ações feitas e elementos implementados: manejo do lixo da cozinha, galinheiro, compostagem, minhocário, berçário de mudas, jardim, aquaponia, criação de abelhas nativas, as idéias de horta vertical, captação de água da chuva, comidas feitas com alguns ingredientes daqui e/ou vindos de fora da cadeia do supermercado e, ainda, as conexões que esses elementos estabelecem entre si, deixando a casa (e a vida) um pouco mais sadia, biodiversa, bonita, cheirosa e gostosa. Por ser a oficina mais ampla e abrangente, é a mais inspiradora. Entre tantas coisas, as pessoas provam mel que nasce em casa, sentem cheiro de uma colmeia de abelhas sem ferrão, cheiram hortelã-japonês, conhecem a super máquina que transforma lixo em comida e adubo, aprendem porque o galinheiro não fede, e ainda presenciam um número da fantástica criança que come plantas (rsrs). É impossível passar por essa experiência de tantos cheiros, sabores e saberes sem levar mil ideias para aplicar em casa ou nos mais diversos lugares. Ao final do encontro será servido o famoso lanche que tem rendido muitas fotos e pedidos de receitas (hahaha). Nesse lanche são servidos pães de fermentação natural feitos em casa (tema de outra oficina), bolo (sem trigo) de macaxeira adquirida no sub-mercado (conversa para outra oficina) e o famoso suco de garden-all feito com alguns ingredientes do jardim.

Onde: Minha casa no Mondubim. Um dia antes envio e-mail para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 18/07/2015. Das 16h às 19h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. Vagas limitadas. Entrar em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a vaga.

Coisas à venda no dia

Sementes: R$ 4,00 o pacote.
Mudas de plantas: R$ 3,00 (cada).
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 50,00
Pães com fermentação natural: Entre R$ 5,00 e R$ 10,00
Bolo de macaxeira sem trigo (inteiros e porções): Entre R$ 5,00 e R$ 30,00

No final desse texto, algumas fotos que falam melhor do que eu. Mas clicando nos links abaixo vocês poderão ver centenas delas.


--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231



O famoso suco de Garden-All
Parte do lanche: Pães com fermentação natural
Kits de compostagem com minhocas (R$ 50,00 cada kit)




--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

domingo, 5 de julho de 2015

O direito ao desemprego criador: Agricultor urbano.

Para quem persegue "O direito ao desemprego criador", palavras como essas de amigos (mais ainda desse amigo), são mais importantes e dizem infinitamente mais do que qualquer currículo consegue dizer.
__

"O Hugo é a Casa da Videira e o Movimento "Do meu lixo cuido eu" em Fortaleza. Mas, acima e além disso, Hugo é ele mesmo: iniciativo, reflexivo e fazedor. Mais que pensar fora da caixa (ai....como me cansa ouvir essa expressão) ele é o sujeito que faz o que eu sempre disse que é o mais importante: colocar os dois pés fora da caixa (os que pensam me cansam, se não fazem). O Hugo é a pessoa que, hoje, no Brasil, dá a mais efetiva continuidade ao trabalho que começamos há anos com a filosofia e ação da Casa da Videira. E este pequeno vídeo mostra um pouco da prática dele, e tudo em um terreno urbano minúsculo, cercado de muro e totalmente urbanizado. Ele sim é um grande agricultor urbano." - Claudio Oliver


Read more...

Detesto porralouquice

Indiscutivelmente preso, sou atraído por liberdades e emancipações. Tudo o que faço é desatar, um por vez, os nós que me sufocam. O fato de cada passo ser subversivo não me faz herói, ao contrário, só confirma o cenário de servidão. Tudo que faço é ao mesmo tempo político e espiritual. Cada pequeno movimento é pensado e elaborado ao mesmo tempo que imaginado e contemplado. Tudo é político e tudo é espiritual. Detesto, portanto, a porralouquice.


hugo

Read more...

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Oficina: Jardinagem/Agricultura doméstica - 04/07/2015 (Sábado) das 16h às 18h

Suco de Garden-All (Limão, capim-santo e hortelãs)
Kits de compostagem com minhocas (R$ 50,00 cada kit)

"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."


A oficina sobre jardinagem faz parte da série de oficinas "Do meu lixo cuido eu". Nela abordo a jardinagem/agricultura urbana/agricultura doméstica, como uma das muitas ações derivadas de um manejo mais adequado do lixo doméstico. Durante essa oficina apresento, inicialmente, a compostagem e algumas de suas grandes funções: estimular uma revisão dos hábitos de consumo e alimentação; diminuir a produção e emissão de lixo e produzir o próprio adubo a ser usado no cultivo das hortaliças. Apresento um kit feito com baldes reaproveitados da construção civil e que torna possível fazer a compostagem em pequenos espaços, até mesmo em apartamentos.

Seguindo, mostro a dinâmica de um jardim (por menor que seja) e as etapas envolvidas na construção de um. Mostro alguns substratos comerciais, suas características, vantagens e desvantagens; como adquirir sementes e como germiná-las; falo de fatores como incidência de luz e disponibilidade de água; como montar vasos (explorando a reutilização de diversos recipientes); como fazer transplante de mudas, adubação; apresento acessórios, dificuldades com a falta de espaço, possibilidades de solução e, ainda, um método de rega tanto para germinação de sementes quanto para vasos definitivos que funciona por capilaridade, cujas principais vantagens são a redução do uso de água (rega apenas uma vez por semana) e, consequentemente, a redução do tempo gasto com os cuidados.

Comento ainda sobre erros mais comuns e também sobre pragas mais comuns, o que elas são, como entendê-las, o que fazer, o que não fazer para combatê-las e como deixar um jardim mais forte e resistente. Tudo isso pensando no cultivo em pequenos espaços, mostrando que é possível, sim, cultivar algumas plantas no contexto das nossas casas, mesmo com todas as limitações. Durante toda a atividade provaremos as plantas disponíveis no jardim como hortelã-vicky (ou menta), manjericão-limão, rúcula, vinagreira, cebolinha e outras. Ao final do encontro será servido o famoso lanche que tem rendido muitas fotos e pedidos de receitas (hahaha). Nesse lanche são servidos pães de fermentação natural feitos em casa (tema de outra oficina), bolo (sem trigo) de macaxeira adquirida no sub-mercado (conversa para outra oficina) e o famoso suco de garden-all feito com alguns ingredientes do jardim.

Onde: Minha casa no Mondubim. Um dia antes envio e-mail para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 04/07/2015. Das 16h às 18h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. Entrar em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a vaga.

Coisas à venda no dia

Sementes: R$ 4,00 o pacote.
Mudas de plantas: R$ 3,00 (cada).
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 50,00
Pães com fermentação natural: Entre R$ 5,00 e R$ 10,00
Bolo de macaxeira sem trigo (inteiros e porções): Entre R$ 5,00 e R$ 30,00

Coloquei poucas fotos aqui para o texto não ficar maior do que já está, mas clicando nos links abaixo vocês poderão ver centenas delas.


--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

sexta-feira, 12 de junho de 2015

O que é (ess)a vida?

O que acontece com o privilegiado dessa geração que antes dos 40 tem casa e carro quitados, necessidades supridas (inclusive as desnecessárias), conforto, boa alimentação, saúde, acesso ao lazer que quiser e renda pra continuar tendo...mas é infeliz se o seu carro não é do ano ou se é mais velho que o dos amigos? O que produz esse insatisfação? Por onde se passa até chegar a esse ponto? Em que ponto começou essa inversão que em vez de produzir coisas que suprem as necessidades da vida, produz vidas que suprem as necessidades das coisas? O que é a vida para quem sofre de tal infelicidade?

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Oficina: Jardinagem - 20/06/2015 (Sábado) das 16h às 18h




A oficina sobre jardinagem faz parte da série de oficinas "Do meu lixo cuido eu". Nela abordo a jardinagem/agricultura urbana/agricultura doméstica, como uma das muitas ações derivadas de um manejo mais adequado do lixo doméstico. Durante essa oficina apresento, inicialmente, a compostagem e algumas de suas grandes funções: estimular uma revisão dos hábitos de consumo e alimentação; diminuir a produção e emissão de lixo e produzir o próprio adubo a ser usado no cultivo das hortaliças. Apresento um kit feito com baldes reaproveitados da construção civil e que torna possível fazer a compostagem em pequenos espaços, até mesmo em apartamentos.

Seguindo, mostro a dinâmica de um jardim (por menor que seja) e as etapas envolvidas na construção de um. Mostro alguns substratos comerciais, suas características, vantagens e desvantagens; como adquirir sementes e como germiná-las; falo de fatores como incidência de luz e disponibilidade de água; como montar vasos (explorando a reutilização de diversos recipientes); como fazer transplante de mudas, adubação; apresento acessórios, dificuldades com a falta de espaço, possibilidades de solução e, ainda, um método de rega tanto para germinação de sementes quanto para vasos definitivos que funciona por capilaridade, cujas principais vantagens são a redução do uso de água (rega apenas uma vez por semana) e, consequentemente, a redução do tempo gasto com os cuidados.

Comento ainda sobre erros mais comuns e também sobre pragas mais comuns, o que elas são, como entendê-las, o que fazer, o que não fazer para combatê-las e como deixar um jardim mais forte e resistente. Tudo isso pensando no cultivo em pequenos espaços, mostrando que é possível, sim, cultivar algumas plantas no contexto das nossas casas, mesmo com todas as limitações. Durante toda a atividade provaremos as plantas disponíveis no jardim como hortelã-vicky (ou menta), manjericão-limão, rúcula, vinagreira, cebolinha e outras. Ao final do encontro será servido o famoso lanche que tem rendido muitas fotos e pedidos de receitas (hahaha). Nesse lanche são servidos pães de fermentação natural feitos em casa (tema de outra oficina), bolo (sem trigo) de macaxeira adquirida no sub-mercado (conversa para outra oficina) e o famoso suco de garden-all feito com alguns ingredientes do jardim.

Onde: Minha casa no Mondubim. Um dia antes envio e-mail para os inscritos com endereço, mapinha e detalhes.
Quando: Sábado, dia 20/06/2015. Das 16h às 18h.
Quanto: R$ 30,00 (trinta reais) por pessoa. Entrar em contato por email ou telefone (no fim do texto) para realizar depósito e garantir a vaga.

Coisas à venda no dia

Sementes: Preço a definir.
Mudas de plantas: R$ 3,00 (cada).
Kits de compostagem (já com minhocas): R$ 50,00
Pães com fermentação natural: Entre R$ 5,00 e R$ 10,00

Não vou colar fotos aqui como das outras vezes, para o email não ficar maior do que já está, mas clicando nos links abaixo vocês poderão ver centenas delas.



--
hugo lucena theophilo
Cel: 9 9700-8231
facebook: www.facebook.com/hugotheophilo

"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Sobre filhos, pianos e correrias

Ele liga o piano, começa a brincar e, de repente, me vejo estático, em pé, ouvindo de longe, esperando a próxima nota e a próxima e a próxima...como quem contempla as variações do vento: respirando devagar para não perder nuances. Repreendi o tic tac do relógio como quem repreende demônios. Dane-se o carimbo de atraso! Tenho um piano e um filho que são amigos.

hugo
03/06/2015

Read more...

terça-feira, 28 de abril de 2015

Oficina dia 09 de Maio - Do lixo da cozinha à horta de pé de parede




De todas as oficinas da série "Do meu lixo cuido eu", que faço aqui em casa, a que mais gosto é essa introdutória. Ela tem muitos nomes: "Transformando lixo em comida", ou "Do lixo da cozinha à horta de pé de parede", ou "Transformando a prisão em jardim", ou "Ensinando o filho a comer plantas", ou "Para um mundo imposto, um mundo oposto". 

Nessa oficina apresento a minha casa, todas as ações feitas e componentes implementados: manejo do lixo da cozinha, galinheiro, compostagem, minhocário, berçário de mudas, jardim, aquaponia, criação de abelhas nativas, as idéias de horta vertical, captação de água da chuva, comidas feitas com alguns ingredientes daqui e/ou vindos de fora da cadeia do supermercado e, ainda, as conexões que esses elementos estabelecem entre si, deixando a casa (e a vida) um pouco mais sadia, biodiversa, bonita, cheirosa e gostosa. Por ser a oficina mais ampla e abrangente, é a mais inspiradora. Entre tantas coisas, as pessoas provam mel que nasce em casa, sentem cheiro de uma colmeia de abelhas sem ferrão, cheiram hortelã-japonês, conhecem a super máquina que transforma lixo em comida e adubo, e, ainda presenciam um número da fantástica criança que come plantas! rsrs. É impossível passar por essa experiência de tantos cheiros, sabores e saberes sem levar mil ideias para aplicar em casa ou nos mais diversos lugares.

A oficina acontecerá no Mondubim dia 09 de Maio (um sábado) das 16h às 19hInscrição 30,00 (trinta reais) por pessoa. Como no dia não vou poder ficar recebendo dinheiro, peço que façam os depósitos com antecedência e já cheguem aqui inscritos, ok? Entrem em contato por email/telefone/facebook para saber os meios de pagamento. Ao final das inscrições todos receberão um e-mail com endereço e detalhes de como chegar.

No dia da oficina sempre tem mudas à venda e também kits de compostagem. Cada mudinha custa em média R$ 3,00 e cada kit de compostagem custa R$ 50,00 e já vai com minhocas.

Abaixo fotos que falam melhor do que eu.

"Num mundo imposto, comida vira lixo. Num mundo oposto, lixo vira comida. Para um mundo imposto, um mundo oposto."

Abraço

hugo theophilo
Tel: 85 9700-8231


"Mais uma oficina do Hugo Lucena: do lixo da cozinha à horta de pé de parede. Mais informações valiosas, mais ideias, mais incômodos bons, mais decidida a não comer veneno, a maior romã que eu já tinha visto, mel de jandaíra direto do favo, galinheiro que não tem cheiro ruim, minhocário onde a vida brota naturalmente, a incrível criança que come planta, vários ciclos interligados e se retroalimentando em harmonia. Difícil continuar na mesmice depois de ter contato com tudo isso. O lixo virando comida. O lixo virando vida."

Diana Moreira - Nutricionista escolar e futura dona de uma horta de pé de parede.

Kits de compostagem com minhocas (R$ 50,00 cada kit)

--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich

Read more...

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP