terça-feira, 17 de agosto de 2010

Evangelho: a terapêutica de Deus.

Costuma-se pensar que o Evangelho é terapêutico.

Costuma-se usá-lo como terapia.

Segundo Berger, a terapêutica é uma tentativa de reconciliar o dissidente com os edifícios normativos da sociedade. Em outras palavras, é um mecanismo para trazer de volta para um conjunto X de verdades o indivíduo que migrou para um conjunto Y de verdades. Assim a terapêutica começa com a aniquilação do outro, afinal o primeiro passo é explicar quem está em Y à partir de quem está em X. Ou seja, Y é desconsiderado enquanto Y. Em termos práticos, é a terapia que pretende trazer o sujeito de volta para um mundo que ele já não quer mais. A terapêutica é a tentativa de reconciliar o dissidente!

Costuma-se pensar que o Evangelho é terapêutico e costuma-se usá-lo como terapia. Como tentativa de reconciliar indivíduos com o nomos social, com a ordem estabelecida.

Mas o Evangelho só é terapêutico nas mãos de Deus. Para levar de volta pra Si uma realidade dissidente: É Deus em Cristo reconciliando consigo o mundo! E só é terapêutico nas nossas mãos se for usado para anunciar essa reconciliação e não aquela. Do contrário estaremos atribuindo ao nomos social a função de conferir dignidade aos homens e enquanto isso acontecer haverá injustiça.

O Evangelho é a terapêutica de Deus.


hugo


1 comentários:

welisson- B.H,  17 de agosto de 2010 19:19  

È isso ai mano é Deus se resolvendo consigo mesmo,e eu no meio junto e embolado!!rsrsr Amem!!

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP