quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Resumo da ópera

No início Deus era livre. O espírito dele pairava sobre a face das águas...soprava onde queria!

Então veio o homem...suas formas.

Fizemos templo, altar, sacerdotes...

Deus que era livre e se movia onde não havia forma, ficou triangular (virou três), ficou Quadrangular...ficou Universal !!!

Ai veio Jesus e nós viramos templo, altar, sacerdotes...

Coisa complicada essa de Jesus...muito sem forma!

Matamos Jesus e voltamos tudo: templo, altar, sacerdote...


hugo


4 comentários:

René 12 de agosto de 2010 09:49  

Brilhante... e, infelizmente, verdadeiro!!

Paz!

Clayton Nogueira 12 de agosto de 2010 12:21  

Com certeza mano, temos um grande problema com formas, re-formas e até re-re-formas e coisas do tipo. Criamos formas para tudo, para adorar, orar, e depois re-formamos por não se enquadrar nas nossas idéias muitas vezes pré-conceituosas.

E nessas formas quem ficou sem forma fomos nós mesmos, perdemos a nossa identidade.

Abraço.

Regina Farias 13 de agosto de 2010 13:29  

Dri

Denso, enxuto... e um tapa nas nossas pretensões nessas breves palavras

Comecei lendo:

"No início Deus era livre"

Jurava que no final ia ter algo acerca do deus aprisionado.

O curto e contundente texto diz que Ele adquiriu formas... não seria daí a ousadia do homem em aprisioná-lo...? Penso cá com meus botões imaginários.

Mas tudo bem, não tem nas linhas mas GRITA nas entrelinhas.

Quem tiver olhos para ler...

Muito bom!

R.

Anônimo,  14 de agosto de 2010 00:00  

Que bom, Jesus Crucificado restaura e reconcilia Consigo, tudo o que era sem forma e vazio. Não há mais trevas sobre a face do abismo.
O sangue espargiu-se em direção ao Cosmos e purificou tudo, todo o Universo manifesta agora sem mácula, a Glória do Criador.

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP