domingo, 20 de março de 2011

Vá e faça o mesmo

Aquele Sacerdote e aquele Levita tentavam preservar a ordem fundamental com a qual podiam dar sentido às suas vidas e reconhecer suas próprias identidades. Socorrer aquele homem seria desintegrar em si o "nomos" socialmente estabelecido. Agarraram-se, portanto, à ordem fundamental e, tentando escapar do terror da anomia, tentaram preservar-se. Passando pelo outro lado tentaram não morrer!

Curioso que um indivíduo da casta samaritana, excluído e à margem da ordem fundamental, caracterizado pela anomia, fora do nomos socialmente estabelecido e, portanto, sem chance de se agarrar a ele...curioso que tenha sido esse o que teve piedade daquele homem e o socorreu!

Dizer ao Perito na Lei (a quem a parábola foi contada) "vá e faça como o Samaritano" era só outra forma de dizer: "Negue-se a si mesmo..."


hugo theophilo
14/11/10
21:44


1 comentários:

Anônimo,  22 de março de 2011 10:12  

muito bom este ponto de vista da parabola do bom samaritano! nunca tinha exergado aparti deste ponto: o conceito social-religioso daqueles individuos!
agora imagina a cara daquele teologo soberbo, quando Jesus mandou que ele imita-se um pagão ingnorante!?
Romildo-escritor, blogueiro e liso

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP