sábado, 15 de setembro de 2012

Insuportável Propaganda Eleitoral

Não suporto a propaganda eleitoral. Não suporto ver os apelos dos "melhores" candidatos pressupondo a minha mediocridade, a minha inutilidade, os meus medos, a minha dependência do Mercado e do Estado, a minha falta de capacidade, a minha fraqueza! Não suporto enxergar o marketing por trás das falas dos mais íntegros e mais honestos. Não suporto ver as estratégias, os ardis que exploram carências produzidas pelo próprio Sistema que se apresenta como solução! Não suporto identificar o marketeiro por trás de cada palavra, de cada tom de voz, de cada dente consertado e clareado, de cada aperto de mão às 7h da manhã no Terminal da Parangaba. Não suporto as centenas de sorrisos estampados ao lado da mesma foto de Lula e Dilma! Não suporto ver pessoas serem usadas como recurso humano, empunhando bandeiras a pleno sol em troca de R$ 40,00. Não suporto os adesivos do "Irmão Léo" pregados no meu muro e portão contra a minha vontade. Não suporto a falta de Ética que usa o nome de Jesus. Não suporto ver o rastro de sujeira por ondem passam. Não suporto as músicas que pressupõem o mal gosto. Não suporto o carro de som que não me deixa ouvir o que o meu filho diz enquanto brinca ou que interrompe uma roda de conversa comunitária. Não suporto a carreata que acorda a netinha do seu Pedro no domingo de manhã. Não suporto ver cavaletes obstruindo ciclovias. Não suporto a falta de respeito de quem impõe a sua vontade em detrimento daqueles a quem pretende servir. Não suporto o apelo que fazem à minha ignorância! Sinto-me ofendido e triste! Nunca pensei que sorrisos me ofenderiam!

Tirando o único candidato que não me ofende, nenhum outro resiste a essa machadada de Ivan Illich: "A degradação da natureza, a destruição dos laços sociais e a desintegração do homem nunca poderão servir ao povo."


--
hugo lucena theophilo
http://hugotheophilo.blogspot.com
"Cada um de nós, e cada um dos grupos em cujo seio vivemos e trabalhamos, deve se tornar o protótipo da era que desejamos criar." - Ivan Illich


1 comentários:

celio dias 17 de setembro de 2012 09:45  

Sinto o mesmo. A cada eleição, fica mais insuportável. E somos nó os responsáveis por mudar isso, divulgando e incentivando a consciência politica. Pois já disse bem Bertolt Brecht:
''O pior analfabeto é o analfabeto politico''
Parabéns pelo texto.

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP