domingo, 11 de julho de 2010

Vocês são sal e não cimento!

Uma comunidade é feita de indivíduos, por indivíduos, a partir de indivíduos. Relacionamentos humanos geram uma comunidade. Se podemos pensar em termos de causa/efeito, no início era o indivíduo e comunidade é consequência.

No entanto, chega a hora em que a comunidade toma formas, proporções, adquire o que se chama "identidade própria", ganha nome e vira coisa. Um ser...que para continuar existindo precisa se cercar de algumas garantias e seguranças. É preciso garantir que ninguém, ou seja, nenhum indivíduo ponha em risco a vida desse ser. Assim surgem as regras, que são apenas limites a esses indivíduos.

A comunidade-ser-coisa passa a ser afirmada a despeito do indivíduos e, cada vez mais, reproduz apenas aqueles que incorporam os limites estabelecidos.

Muitos mecanismos fazem parte do processo de afirmação da comunidade-coisa. Um deles é forjar no indivíduo a convicção de que ele só será indivíduo, e portanto feliz, enquanto fizer parte da coisa. É quando "ser" significa "fazer parte". Nesse ponto, afirmar-se é afirmar a comunidade, o que, como vimos, implica em anular-se. Ou seja, nesse ponto "ser" é "não-ser"!

A essa altura aquele nosso pensamento em termos de causa/efeito inverteu-se, pois, agora, comunidades geram indivíduos, no princípio era a comunidade e indivíduo é consequência!

"Instituição" é uma comunidade que deixou de ser efeito e passou a ser causa.

Pois bem, eu pensei nisso porque esses dias lembrei daquela fala de Jesus sobre o sal.

"Vocês são o sal da terra..."

E a gente sabe que a salvação do sal é desaparecer. O sal que não desaparece vira mondrongo e estraga!

Em outras palavras: o sal se afirma quando some! rsrs

"Vocês são sal" é DESAPAREÇAM!

Não façam do resultado de vocês uma coisa, um ser, um troço.

Que o vosso ajuntamento seja o resultado da vossa afirmação.

Porque Igreja é sal, não é cimento.


no Caminho,


hugo

09/04/10
Estação Fortaleza
Caminho da Graça
www.caiofabio.net





2 comentários:

Ivo Fernandes 12 de abril de 2010 09:33  

Excelente meu irmão,

Abraços

René 11 de julho de 2010 12:59  

Será que você está falando da "inversão de valores cristã"? Não faça isto, meu irmão... Vão dizer que você está pichando as instituições religiosas, por elas estarem acima dos indivíduos na relação com Jesus!

Mas eu sei que não é pichação. Sei que é constatação de quem presta o culto racional a Deus.

Abração e continue na Paz!

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP