quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Lecionário da semana: Jesus... tudo novo


Bom Dia,

O lecionário semanal está no ar depois de uma semana fora, sem internet e sem ter como publicar. Assim, estamos de volta e quem desejar acessar e usar o lecionário clique aqui ou siga o link abaixo:
http://lecionario.blogspot.com/2011/01/quarto-domingo-apos-epifania-30012011.html

O tema dessa semana é o mais central de todos a diferenciar Jesus de qualquer outro personagem histórico, antes ou depois dele: seu ensino.

Um mundo como o nosso, e gente como nós demandam a aplicação da justiça. Somos menos do que poderíamos ser, somos errantes, errados e deixamos de lado a beleza porposta diante de nós para nos afundarmos numa feiura ensimesmada que enfeia tudo ao nosso redor. Coletivamente, causamos dor, pessoalmente somos vítimas e algozes ao mesmo tempo. Escolhemos nossas paixões, duvidamos do fato de sermos amados, crendo que devemos nos cuidar pela ausência de Deus, e tentamos construí-lo à nossa imagem e semelhança, como se fosse um espelho de nós. A imagem espelhada logo se transforma em ídolo, que depois adoramos e por fim seguimos, em um processo de correr atrás da cauda como se dela fossemos receber a direção. Danamos com a criação, com as relações, com as pessoas e conosco mesmos. E tudo isso demanda justiça. Ao buscar a Justiça, encontramos somente a lei, e as criamos para só então percebermos sua imperfeição. Deus interveio nisso tudo, se fazendo justiça por nós. Não como um novo césar ou como um legislador, mas encarnando e vivendo a nossa vida, compartilhando nossa dor e possibilidade e se fazendo caminho por nós e para nós. No centro disso tudo nos disse: Sigam e tenham uma boa aventura, aventurem-se no caminho que abro e corram o risco de colher os frutos. Sigam em frente como quem sabe que está na direção e animem-se, pois o resultado é o melhor. Nisso , ao fazer isso, ao abrir este caminho, a justiça de Deus se cumpriu ao ser superada pela sua misericórdia. E a misericórdia e a graça triunfam sobre a justiça, não para derrotá-la, mas para estabelece-la a partir de outra plataforma. O chamado Sermão do Monte é a mais vibrante expressão e proposta prática desta justiça fundada na misericórdia. Com ele estaremos essa semana. Fiquem com Deus em todo o caminho e sejam felizes... Bem aventurados... como quem sabe que está na direção.

CArinho

Claudio

A degradação da criação, a destruição dos laços comunitários e a desintegração do ser humano nunca poderão servir ao povo. Eis os limites a serem dados a tudo o que usamos em nosso dia-a-dia. Claudio, inspirado por Illich.

The sign of God is that we will be led where we did not plan to go.
"Who am I? They mock me, who am I. Whoever I am, Thou knowest, 0 God, I am Thine!" - Bonhoeffer
"Government is an association of men who do violence to the rest of us." Tolstoy


1 comentários:

klebyr 27 de janeiro de 2011 12:14  

Muito bom o texto. Ou devo dizer a revelação, ou quem sabe a inspiração??
Um dos melhores e mais profundos textos que já li nesses últimos dias.
Muito bom mesmo.
Que possamos voltar a olhar pra Jesus como senhor de nossas vidas e não como se nos fossemos seu senhor.
Ótimo!

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP